Escritora de textos que expressam o Cotidiano & Seus Clichês, que acometem à todos nós.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015


Cuida bem dela, já que eu não cuidei
É cara, isso aí, só uma dica pra você cuidar bem dela, porque eu.
Bem, eu já nem sei dizer em que parte fui pior.
Se foi quando a insultava em meio aos amigos dela,  dos meus, e até de estranhos por puro ciúme ou babaquice, diversão mesmo.
Se era pior quando ela apenas ligava porque sentia minha falta,  e eu a tratava mal, com toda ignorância que havia e só porque sabia que no fim das contas, não teria fim, ela estaria lá. Como sempre esteve.
Eu não sei se fui pior, agindo pelas costas dela enquanto ela, tomava todo cuidado para não me desrespeitar por causa de outros caras, afinal, ela tinha e deve ter até hoje muitos admiradores não acha?!
Ela é esforçada, batalhadora, sempre deu valor aos estudos e nunca precisou apelar em nenhuma situação pra vencer na vida.
Ela ainda deve ter aquele jeito manhoso de  fazer charminho, toma quase 1 litro de café por dia e pelo menos uns 5 de água, tô certo? Acho que isso nunca vai mudar.
Pois é cara, cuida bem dela, já que eu, fui o estúpido que invertia o jogo, me fazia de vítima e pior que isso, fazia ela se sentir culpada pelas minhas burradas. Desumano né? Na época eu até achava normal, coisa de homem, que não havia mal nenhum fazer a mulher sofrer. Só que a vida cobra camarada.
Hoje, eu nem consigo imaginar qual pode ter sido a maior cratera que cavei pra ela ter aversão a mim, e te digo, bem que ela tentou dar um jeito nisso tudo, eu é que não deixei. Queria todas e nem se juntasse daria ela. Ela acordou do pesadelo que fiz ela ter e nem sei como ela veio a te conhecer.
Não sei como ela está, nem há quanto tempo você está com ela, confesso a inveja e o arrependimento, mas sobre isso tudo eu já me lamentei, chorei.
Só quero te pedir isso cara! Cuida bem dela, já que eu  não cuidei.

Joany Talon