Escritora de textos que expressam o Cotidiano & Seus Clichês, que acometem à todos nós.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Não é insônia não é saudade mesmo. Talvez seja mesmo de você, talvez seja só de alguém, de repente eu nem sinta tanta falta assim de ter-te junto, vai ver é só falta de certa pessoa, qualquer alguém que me conceda beijos com sentimentos ou um sexo em que o amor seja o melhor orgasmo. Talvez eu só tenha te amado por último até a chegada do próximo.Mas pode ser que seja de você mesmo que sinto falta, mesmo sabendo que não tenha valia nenhuma, só mesmo uma certa falta de compaixão pra deixar com que eu faça isso comigo. Te enviar essa mensagem à essa hora da madrugada. Mas prefiro considerar que seja efeito de um sentimento puro, imaculado, de coisa que nem sei explicar se é amor que se sente de mulher pra homem e que por conta disso mereça a solidão como recompensa por insistir em manter-se vivo num mundo onde amar é algo pra contos e novelas...ME PERDOE POR TODA SINCERIDADE!



Esse escrito já faz um tempinho que o fiz, mas dou um valor inenarrável à ele, pois parece ter sido com um despertar pra que eu passasse a enxergar as coisas como realmente deveria, e dar um basta, dar um fim no que só faltava em mim mesmo...

Têm sido assim, sempre me pego pensando em você, lembrando de nós dois com um sorriso discreto mas que transborda minha alma e faz meu coração pulando dentro do peito, querendo te tocar!Têm sido assim, me olho no espelho e reparo em mim, semblante diferente, minha doçura aguçada, meu cabelo brilha mais, meus olhos brilham mais.
Eu ando sorrindo por aí, ando espalhando bom humor por aí.
Agora eu ando, agora sorrio, agora eu me permito.
Têm sido assim, desde que larguei tudo pra lá, e olhei pra frente e vi que tenho alguém pra me dar a mão, tenho alguém pra me levar!!!
Eu ando sorrindo por aí, ando espalhando bom humor por aí.Agora eu ando, agora sorrio, agora eu me permito.Têm sido assim, desde que larguei tudo pra lá, e olhei pra frente e vi que tenho alguém pra me dar a mão, tenho alguém pra me levar!!!

Eu sempre gostei muito da frase que me perdoem por não saber a autoria, que diz "as melhores coisas da vida são feitas em off". E hoje fazendo uma breve reflexão eu percebi que, tudo mudou(pra melhor na maioria das vezes) quando dei um OFF no desapego, OFF no egoísmo e principalmente aquele OFF no medo. Tô melhor, tô mais desapegada dos talvez, dos Poderia ser...e seus derivados, tô desapegada dos impasses do egoísmo, tô sem medo de ser eu, e sem medo de aceitar positividades que me oferecem!!!

"...Em última instância, será como é e sempre foi: as grandes coisas ficam para os grandes, os abismos para os profundos, as branduras e os tremores para os sutis e, em resumo, as coisas raras para os raros." Friedrich Nietzsche



Lendo isso, me veio na mente a fraqueza a que nos submetemos algumas vezes.
Quantas vezes, nós estamos nas situações dos "grandes", dos "profundos", dos "sutis" e dos "raros"? E para cada uma dessas vezes, não nos damos os respectivos valores...temos a vantagem de mudarmos o que somos à cada dia, transformando velhos tabus em apenas coisas a que fomos um tempo atrás, temos a chance de deletar certos paradigmas que viemos à alimentar e tudo se faz diferente, novo!  Em última instância...temos sempre a dádiva de mudar, de ousar de não permanecer os mesmos.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Você poderá se perguntar sim, por que de repente eu parei de te mandar mensagens, de te ligar e até de conferir suas atualizações. Mas não é porque deixei de sentir tudo que você conquistou, é porque agora eu me entreguei à vontade de Deus e vem Dele tudo que eu merecer, inclusive as dores e perdas.
Mas saiba, que continuo pedindo ao Pai, mudança...no meu, ou no teu coração.