Escritora de textos que expressam o Cotidiano & Seus Clichês, que acometem à todos nós.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Fundamental é mesmo o Amor


"Fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho..."
Se realmente essa frase faz sentido, acabo de ter certeza de que o mundo sim está desprovido de razão!
Tanta gente preferindo a solidão sentimental, ou quem sabe até querendo a companhia da solidão, por que não voltamos às antigas?!
Muito melhor assim pra mim, e bem pior saber que as coisas "evoluíram" de uma maneira não inócua e que a maioria pensa estar fazendo o bem a si próprio, mas na verdade ..."é impossível ser feliz sozinho".


Joany Talon

facebook.com/joanytalon

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Cansada

Fan page


Tô ficando cansada de tantos lamentos,

Cada piscar de olhos me remete momentos.
Ando mesmo com obcecadas lembradas.
Eu percebo que anda latente voar sempre ao teu encontro.
O problema é que eu não te deixo ir.

Não pode ser tão difícil me permitir, 

subo dez degraus com a distância.

Desci o dobro ao me aprisionar outra vez.

Quando passo pela nossa estrada, você ressuscita com toda força.

Quando eu volto pra casa, faço questão de Não me desfazer de você.





Joany Talon. (18-03-11)

Trilha sonora

https://www.facebook.com/joanytalon
Eu vou trocando as músicas que eu ouvia no tempo de melancolia... aquelas velhas e inúteis que só me trazem lembranças ruins ao pensamento.
Estão me dando adeus com um tom de "Você tem certeza, que prefere me mandar embora?", e eu as ignoro...
Aquelas suaves que marcaram nosso lindo conto de fadas com data de validade foram as primeiras, e logo em seguida as que cismam em contar minhas tristezas.
Agora eu seleciono letras cantantes que combinem sorriso e expectativa de histórias felizes.
Antes de tudo quero felicidade nas canções...quero sorrir minhas emoções, e funciona muito bem quando o "start" é deletar o que nos faz mal.
Asseguro que dá certo, então estou aqui assim...deixando o corpo coordenar minha "Playlist" pra o coração sossegar o facho!!!


Joany Talon

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Ocupação

Hoje fui olhar pra dentro de mim, na tentativa de não achar só tristeza.
Eu enxerguei uma bagunça tão grande no coração, que fui tirando coisa por coisa, sentimento por sentimento, repensando se é preciso mesmo guardar aquela raiva toda por
 alguém no meio peito, se aquele amor já não tá na hora de ir embora mesmo, se o meu egoísmo não é exagerado, se não tá faltando uma pitada a mais de confiança em mim mesma...Uma confusão!
Mas no meio daquela desordem toda eu pude reencontrar lugares que continuam vazios, continuam esperando serem preenchidos, ocupados e mesmo vazios incomodam.
Depois de jogar tanta coisa fora, comecei a procurar conteúdo pra renovar, abri as janelas do peito pra arejar o que viveu por muito tempo trancado, alimentando dores e maus sentimentos...
Bem vindo à mim...
Joany Talon

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Planos

https://www.facebook.com/joanytalon
Eu guardei alguns planos na gaveta...
Planos pra gente, planos pra você...
Mas confiei demais naquela promessa de uma vida toda juntos, e agora tenho que reinventar planos pra mim, sozinha mesmo sem escolher a face de quem vai concretizar comigo, é menos arriscado mais seguro, mais adequado.
Sabe aquele plano da casa com quintal pros nossos cachorros.... o nome dos nosso filhos, a música que ficou

pra ser composta juntos. Está tudo lá, no fundo da gaveta, sei que terei de me desfazer de muitos planos, porque você decidiu abandonar o barco e nem fez questão de levar os planos também, deve ser pesado demais né?!
Eu topei toda bagagem dupla, e acho que carrego até hoje suas coisas aqui comigo, onde entrego? Posso ficar pra mim? Quem sabe um dia...você sinta falta do que ficou, ou deseje cumprir promessas, fazer novos planos, concretizar os antigos...de tudo que ficou de você, o que mais tem aqui é dúvida!

Joany Talon
https://www.facebook.com/joanytalon
Eu admito que embora não saiba discorrer sobre tantos assuntos assim, o que brota do meu peito, são escritos sinceros e faço-os como refúgio de mim mesma.
Pode ser clichê, muito comum falar de "amor que rima com dor", "saudade que invade"... mas não é assim mesmo?
E é disso que eu mais entendo, daquele amor unitário, que sobrevive do seu próprio sofrimento, daquela saudade malvada que insiste em f
isgar a gente.
E não tem jeito não, eu começo a escrever, choro, sinto tudo saindo de mim para atingir outros também, é normal pessoas se identificarem por sentimentos, mesmo que aqueles mais doídos.
Mas calma, eu não acredito que o amor e saudade só rimem com dores e sofrimentos, afinal eu ainda acredito muito, do fundo desse peito calejado de que a realização no amor é possível sim e a saudade será passageira.
Eu continuo fazendo tantos planos...eu continuo escrevendo, me expressando e acima de tudo me conhecendo.
Joany Talon

Tempo...



É difícil mesmo, a todo momento eu sou dominada pelo tempo, eu fico fugindo, ou tentando alcançá-lo.Eu busco decifrar tudo que o passar das horas que se acompanham de acontecimentos, vêm mostrando.Eu acho que por vezes neguei o tempo passando e passei negando fatos passados.Ele vive me dizendo em som de rock pesado que ele existe pra todos e eu na ignorância discuto num ritmo de valsa que não consigo me adaptar e assumo o medo que que tenho dele. Joany Talon
 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Não é insônia não é saudade mesmo. Talvez seja mesmo de você, talvez seja só de alguém, de repente eu nem sinta tanta falta assim de ter-te junto, vai ver é só falta de certa pessoa, qualquer alguém que me conceda beijos com sentimentos ou um sexo em que o amor seja o melhor orgasmo. Talvez eu só tenha te amado por último até a chegada do próximo.Mas pode ser que seja de você mesmo que sinto falta, mesmo sabendo que não tenha valia nenhuma, só mesmo uma certa falta de compaixão pra deixar com que eu faça isso comigo. Te enviar essa mensagem à essa hora da madrugada. Mas prefiro considerar que seja efeito de um sentimento puro, imaculado, de coisa que nem sei explicar se é amor que se sente de mulher pra homem e que por conta disso mereça a solidão como recompensa por insistir em manter-se vivo num mundo onde amar é algo pra contos e novelas...ME PERDOE POR TODA SINCERIDADE!



Esse escrito já faz um tempinho que o fiz, mas dou um valor inenarrável à ele, pois parece ter sido com um despertar pra que eu passasse a enxergar as coisas como realmente deveria, e dar um basta, dar um fim no que só faltava em mim mesmo...

Têm sido assim, sempre me pego pensando em você, lembrando de nós dois com um sorriso discreto mas que transborda minha alma e faz meu coração pulando dentro do peito, querendo te tocar!Têm sido assim, me olho no espelho e reparo em mim, semblante diferente, minha doçura aguçada, meu cabelo brilha mais, meus olhos brilham mais.
Eu ando sorrindo por aí, ando espalhando bom humor por aí.
Agora eu ando, agora sorrio, agora eu me permito.
Têm sido assim, desde que larguei tudo pra lá, e olhei pra frente e vi que tenho alguém pra me dar a mão, tenho alguém pra me levar!!!
Eu ando sorrindo por aí, ando espalhando bom humor por aí.Agora eu ando, agora sorrio, agora eu me permito.Têm sido assim, desde que larguei tudo pra lá, e olhei pra frente e vi que tenho alguém pra me dar a mão, tenho alguém pra me levar!!!

Eu sempre gostei muito da frase que me perdoem por não saber a autoria, que diz "as melhores coisas da vida são feitas em off". E hoje fazendo uma breve reflexão eu percebi que, tudo mudou(pra melhor na maioria das vezes) quando dei um OFF no desapego, OFF no egoísmo e principalmente aquele OFF no medo. Tô melhor, tô mais desapegada dos talvez, dos Poderia ser...e seus derivados, tô desapegada dos impasses do egoísmo, tô sem medo de ser eu, e sem medo de aceitar positividades que me oferecem!!!

"...Em última instância, será como é e sempre foi: as grandes coisas ficam para os grandes, os abismos para os profundos, as branduras e os tremores para os sutis e, em resumo, as coisas raras para os raros." Friedrich Nietzsche



Lendo isso, me veio na mente a fraqueza a que nos submetemos algumas vezes.
Quantas vezes, nós estamos nas situações dos "grandes", dos "profundos", dos "sutis" e dos "raros"? E para cada uma dessas vezes, não nos damos os respectivos valores...temos a vantagem de mudarmos o que somos à cada dia, transformando velhos tabus em apenas coisas a que fomos um tempo atrás, temos a chance de deletar certos paradigmas que viemos à alimentar e tudo se faz diferente, novo!  Em última instância...temos sempre a dádiva de mudar, de ousar de não permanecer os mesmos.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Você poderá se perguntar sim, por que de repente eu parei de te mandar mensagens, de te ligar e até de conferir suas atualizações. Mas não é porque deixei de sentir tudo que você conquistou, é porque agora eu me entreguei à vontade de Deus e vem Dele tudo que eu merecer, inclusive as dores e perdas.
Mas saiba, que continuo pedindo ao Pai, mudança...no meu, ou no teu coração.